Material Técnico Rolamentos

Rolamentos

Rolamento é uma peça que garante a ligação móvel entre dois elementos de um mecanismo, permitindo entre eles a rotação. Tem por finalidade permitir a rotação sob carga, com precisão e com atrito mínimo.

O Fundamento

O conceito por trás de um rolamento é bastante simples: as coisas rodam melhor do que deslizam. As rodas de seu carro são como grandes rolamentos. Se você tivesse algo como esquis no lugar das rodas, seu carro teria muito mais dificuldade em andar nas estradas.

Isto porque quando as coisas deslizam, o atrito entre elas causa uma força que tende a deixá-las mais lentas. Porém, se duas superfícies puderem girar uma sobre a outra, o atrito será muito menor.

O Rolamento é composto por:

  • Dois anéis ligados, um ao elemento fixo e outro ao elemento móvel;
  • Corpo rolantes (esferas, rolos,etc) que permitem o deslocamento dos anéis;
  • Gaiola, que separa os corpos rolantes.

Dividem-se em duas grandes Famílias:

  • Rolamentos de Esferas (Maior Velocidade, Funcionamento Silencioso, Menor Carga);
  • Rolamentos de Rolos (Menor Velocidade, Nível mais alto de ruido, Maior Carga).

Os termos técnicos empregados aos componentes dos rolamentos, foram estabelecidos através da ISO 5593.

Dica: Selecione e realize o Download dos Blocos 3D para Mancais e Rolamentos Aqui: BLOCOS 3D SKF

Classificação Geral dos Rolamentos:


Contato Radial com uma ou duas carreiras de esfera:

  • Grande seleção de dimensões;

  • Melhor custo x benefício;

  • Várias opções construtivas (Proteção, vedação, etc);

  • Utilização ampla, destacando-se principalmente motores elétricos.

Contato oblíquo com uma carreira de esferas:

  • Suporta cargas Radiais e Axiais;

  • Sempre Utilizados em conjunto, suportando cargas axiais nos dois sentidos;

  • Montados sempre em oposição um ao outro;

  • Grande rigidez;

  • Utilizados em alguns redutores e fuso de máquinas.

Contato oblíquo com duas carreiras de esferas:

  • Suporta cargas Radiais e Axiais nos dois sentidos;

  • Pode ser utilizados sozinhos;

  • Utilização em rodas de automóvel, redutores, etc.

Quatro pontos de contato:

  • Suportam cargas axiais nos dois sentidos;

  • Normalmente são associados a um rolamento de contato radial;

  • Empregados em Redutores de velocidade.

Autocompensador de esferas:

  • Permite um deslocamento angular;

  • Encontra aplicação em eixos longos e flexíveis.

Autocompensadores de Rolos:

  • Permite um deslocamento angular;

  • Empregado para grandes solicitações de carga e possíveis desalinhamento;

  • Grandes redutores, Grandes ventiladores, máquinas de pedreiras, etc.

Rolos Cilíndricos:

  • Excelente resistência a sobrecargas instantâneas e a choques;

  • Elementos separáveis, simplificando a montagem;

  • Grandes motores elétricos, cilindro de laminação, etc.


Rolo Cônico com uma fileira de corpos rolantes:

  • Montado sempre em oposição a outro rolamento do mesmo tipo;

  • Grande rigidez na montagem;

  • Utilizados em rodas de veículos pesados, eixo de redutores, eixos árvore, etc.

Rolo Cônico com duas fileira de corpos rolantes:

  • Suportam cargas axiais nos dois sentidos;

  • Normalmente empregados como mancal duplo.

Agulhas:

  • Admitem cargas radiais elevadas num espaço reduzido com grande rigidez.

Escora de Esferas:

  • Suportam Exclusivamente carga axial;

  • Normalmente associado a um rolamento radial.

Escora Autocompensador de Rolos:

  • Suportam esforços radial e axial admitindo certo grau de desalinhamento;

  • Empregados em eixos verticais pesados, Fusos de injeção, etc.

Seguem ótimos materiais para análise e seleção de rolamentos:




Dica: Selecione e realize o Download dos Blocos 3D para Mancais e Rolamentos Aqui: BLOCOS 3D SKF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *