Energia Solar Engenharia Civil Geração de Energia Obras de Engenharia Projetos Inovadores

The Cube Project: Como viver em 27m³

A cada dia são discutidas formas e políticas eficazes de moradia para a população menos favorecida economicamente. Discutem-se também projetos de moradias sustentáveis e menos agressivas ao meio ambiente. Apresentamos na Fábrica do Projeto uma nova concepção de moradia, que aproveita praticamente 100% do espaço projetado, o CUBO.

"The Cube Project" é uma iniciativa do Dr. Mike da Universidade de Hertfordshire, que começou a construir uma casa compacta, com 3x3x3 metros no interior, na qual uma pessoa poderia viver de forma confortável e moderna, com um impacto mínimo sobre o meio ambiente.

Construído a partir de uma variedade de materiais sustentáveis, o "cubo" oferece tudo que uma pessoa (ou duas pessoas) podem precisar. Dentro de seus 27 metros cúbicos inclui uma pequena sala, com uma mesa e duas cadeiras, uma pequena cama de casal (120cm de largura), um chuveiro, uma cozinha (com frigobar, fogão, circuladores, coifa, pia / escorredor, forno de microondas e armários de armazenamento), uma máquina de lavar e um banheiro. A iluminação é obtida por luzes LED ultra-eficientes , sendo aquecido através de uma bomba de calor, com o calor a ser recuperado a partir do ar extraído. Possui o revestimento da cortiça e há dois metros de pé direito em todo o ambiente.

O Cubo foi projetado para gerar energia, pelo menos, tanto quanto ele usa dentro de uma média anual. Ele faz isso usando painéis solares fotovoltaicos que são parte integrante da própria construção. Reque apenas uma conexão à rede elétrica, e uma fonte de água fria. Não é necessário saneamento básico, que é realizado por resíduos compostados, ou processados no local.

Acompanhe mais fotos do Projeto: http://www.cubeproject.org.uk/gallery

Conheça mais sobre o projeto em: http://www.cubeproject.org.uk/

Grande Abraço e não se esqueça de participar da pesquisa salarial para engenheiros e Projetistas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *